Fundado em 1949, o Mataboi Alimentos é um dos frigoríficos mais tradicionais no abate de bovinos e comércio de carnes de todo o Brasil. O frigorífico abate mais de 1000 cabeças/dia e prioriza equipamentos modernos para os setores de abate, desossa, resfriamento, congelamento e estocagem. A equipe de engenharia do Mataboi recorreu à Danfoss para restaurar as instalações, substituir os ambientes climatizados com amônia por sistema com glicol e aplicação de válvulas de controle no frigorífico localizado em Araguari, Minas Gerais.

O frigorífico precisava refrigerar as câmaras de carcaça, os túneis de congelamento e as câmaras de estocagem, além de outros ambientes menores. “Nas câmaras de carcaça propusemos a instalação de válvulas reguladoras na sucção tipo ICS com pilotos CVQ, EVM e CVP. A proposta era controlar a temperatura do ar por meio da abertura proporcional da válvula ICS e do PLC do cliente, com o controlador EKC 366, ao invés de manter a pressão constante de evaporação do refrigerante amônia, como comumente é feito”, comenta o engenheiro José Luiz Faria, da Frio Plus Refrigeração, representante da Danfoss.

Desde que haja uma área de troca de calor adequada de evaporadores, mantendo-se constante a temperatura do ar da câmara e deixando a evaporação de amônia flutuar, se obtém um diferencial menor entre a temperatura do ar e da amônia evaporando, o que provoca maior umidade relativa do ambiente e menos desidratação da carne. Em outras palavras, há menor quebra de peso das carcaças e melhor qualidade da carne. Para o túnel de congelamento e estocagem de produtos congelados, foram adotadas as válvulas solenoides acionadas por gás quente ICLX, de abertura em dois estágios, que eliminam os golpes de pressão (aríete) nas linhas, trazendo maior segurança operacional, além de aumentar em até 20% a eficiência energética deste sistema de refrigeração, se comparadas às válvulas servo-operadas comuns, já que as perdas de carga são muito baixas.

Topo