Mantenedores

Os refrigerantes são classificados de acordo com as características de toxicidade e inflamabilidade (ASHRAE 32-94 e EN378-1 anexo E). A classificação de segurança serve para determinar como o refrigerante deve ser usado, por exemplo, sua aplicabilidade em lugares ocupados ou a sua quantidade máxima permitida para espaços confinados. A classificação de segurança consiste em dois dígitos alfanuméricos (ex. A2 ou B1). O símbolo alfabético indica a TOXICIDADE e o numeral a FLAMABILIDADE. 

O Dióxido de Carbono é um refrigerante 100%  natural. Sua concentração na atmosfera é de aproximadamente 0,04% em volume (400ppm) e, por ser encontrado naturalmente em abundância, é de baixo custo de aquisição. Seu potencial de destruição da Camada de Ozônio (ODP) é zero e o seu Potencial de Aquecimento Global é de apenas um (GWP=1), sendo assim referência para os outros refrigerantes. O R744 é um refrigerante de classe A1 (não inflamável e atóxico), contudo pode causar sufocamento em altas concentrações. 

Os refrigerantes hidrocarbonetos foram introduzidos no começo do século XX, na Alemanha em 1916.

Página 3 de 8

Social

Topo