O que aumenta o consumo na refrigeração?

A redução de consumo sempre foi e sempre será o objetivo de um sistema automatizado. Diminuir o desgaste e prevenir o desperdício são ações que favorecem tanto a empresa, com a redução de custos operacionais, quanto o ambiente, com a diminuição da fuga e descarte de dejetos. 

Alguns fatores prejudicam o desempenho e acabam aumentando o consumo quando se fala em refrigeração. Conheça alguns deles:

 

Condensador sujo

O acúmulo de sujeira no condensador prejudica o desempenho e impede o calor de ser dissipado. Isso reduz a eficiência do equipamento e pode, inclusive, causar a aumento da temperatura do motor.

 

Ambiente com baixa troca de calor

Em um ambiente fechado ou com o ventiladores em más condições, a circulação de ar é reduzida. Isso faz com que a temperatura do local aumente e prejudique o desempenho do sistema de refrigeração.

 

Válvulas desregulada e sensores mal posicionados

Válvulas desreguladas e sensores mal posicionados podem fazer com que o consumo de fluídos e energia aumentem. O sistema pode acabar recebendo quantidades diferentes das ideais e ter o funcionamento prejudicado.

 

Nível de óleo

O nível ideal de óleo garante o bom funcionamento do equipamento. A defasagem neste quesito pode ocasionar estresse desnecessário nos equipamentos e até mesmo a queima de motores.

 

Nível de gás

Os fluídos refrigerantes compõem uma parte essencial do sistema de refrigeração. Eles são os responsáveis pela troca de calor e, consequentemente, pelo resfriamento do sistema. Um nível abaixo do ideal gera menos trocas de calor, aumento da temperatura interna, maior estresse no motor e aumento o consumo de energia.

 

Contaminações

As contaminações podem comprometer tanto o maquinário e os fluídos, como óleos e gases refrigerantes, quanto os produtos armazenados. Ambas as situações geram gastos desnecessários e muitas vezes não programados, o que prejudica a empresa. 

 

Formação de gelo

A formação de gelo no interior do sistema de refrigeração pode indicar que a umidade interna está muito elevada e que a temperatura do ar refrigerado está muito mais baixa que o necessário, indicando um consumo desnecessário de energia.

 

Bloqueio por produtos

Produtos bloqueando a passagem de ar interferem na distribuição homogênea de temperatura. Isso pode ocasionar perdas de materiais e aumento no consumo de energia pelo sistema.

 

Entrada de calor

A entrada de calor no sistema faz com que a temperatura interna demore mais para estabilizar e, consequentemente, requer um trabalho maior pelo motor, ocasionando consumo maior de energia. 

 

Paulo Neulaender

Entre para postar comentários

Mantenedores

Topo