Dicas e Recomendações para Evitar Vazamentos e Outros Problemas

Geralmente, as fugas de refrigerante no sistema de refrigeração são provocadas por uma falha de instalação (solda, conexão, etc.). A fonte mais provável de vazamento encontra-se nas junções mecânicas e nas soldas ao longo da tubulação. A presença de óleo ao redor de uma conexão geralmente indica a existência de fuga, mas não deve ser este o fator determinante.

Deve-se sempre ter extremo cuidado no dimensionamento, instalação, limpeza e desidratação das linhas de refrigerante antes de recarregar o equipamento com fluído refrigerante.

Para evitar problemas no equipamento e fugas de refrigerantes desnecessárias (e onerosas), os procedimentos abaixo deverão ser levados em consideração:

Tipo de tubulação

Somente tubo de cobre de boa qualidade deve ser utilizado e sua aplicação deve ser realizada em todo o circuito de refrigeração. Os tubos, certificados pela norma AST M B 280, devem ser devidamente limpos e preferencialmente ter tampas nas extremidades. Além disso, o profissional que fará a implantação do sistema deve possuir certificado para realizar com segurança e boa qualidade toda a soldagem da tubulação de refrigeração.

Dimensionamento da tubulação

O dimensionamento deve ser realizado levando em conta as características físicas do local a ser implantado e deve ser baseado no mínimo custo e na máxima eficiência. Perda de carga nas linhas de refrigerante reduz a eficiência do sistema. O cálculo da perda de carga é determinado por meio da mudança da temperatura de saturação do refrigerante. Tipicamente, um sistema de refrigeração é dimensionado para uma perda de carga de 1 Kg (um quilo) ou menos para cada segmento de linha como descarga, sucção e líquido. è de suma importância verificar a velocidade do fluido refrigerante: A velocidade do fluído na tubulação é importante para garantir o retorno de óleo ao compressor, uma vez que uma pequena quantidade de óleo é sempre arrastada pelo refrigerante durante a compressão. Esta quantidade de óleo varia em função da porcentagem de fluxo de refrigerante, das condições de aplicação e também do superaquecimento do gás de sucção.

 

Paulo Neulaender

Fonte : Voce Sabia Abrava

Entre para postar comentários

Mantenedores

Topo