Um dos fatores fundamentais para o bom rendimento e economia energética em uma câmara frigorífica é o isolamento térmico.

Em câmaras frigoríficas, o isolamento térmico tem como finalidade reduzir as trocas de calor e manter a temperatura da parede externa isolada. 

Garantido o isolamento, evita-se a condensação no interior da câmara; garante-se um baixa condutividade térmica, aumentado desta maneira a vida útil do que se está conservando no interior da câmara frigorífica; aumenta-se a resistência mecânica e; a eficiência e manutenção dos equipamentos é prolongada, diminuindo assim o custo com tempo.

No mercado existem vários tipos de isolamentos disponíveis. Os mais utilizados hoje em dia são os painéis tipo PUR, que são feitos de poliuretano e os painéis do tipo EPS, compostos de poliestireno expandido.

Por fim, vale resaltar que para cada projeto é imporante obter-se as informações necessárias para que o dimensionamento seja feito corretamente, levando-se em consideração o tipo de produto, congelado ou resfriado; volume a ser armazanado; frequência de abertura de portas; incidência de luz; temperatura externa e outros. 

Paulo Neulaender

Nas câmaras para refrigeração rápida de carne abatida é preciso que as carcaças alcancem uma temperatura entre 4º a 5º Celsius num tempo de 20 a 24 horas. A temperatura da câmara deve ser mantida, portanto, entre 0º a 2º Celsius, e umidade relativa de 90%.

O peixe é um dos produtos que requer maior cuidado na sua conservação.

Página 1 de 2

Mantenedores

Topo