Mantenedores

   
Home Notícias Notícias Obras sustentáveis e lucrativas
Obras sustentáveis e lucrativas PDF Imprimir E-mail

Projetos ecologicamente corretos estão cada vez mais vantajosos

 

As obras sustentáveis foram destaque na premiação do ITCnet, mais importante banco de dados do setor de construção do Brasil. O evento premiou recentemente as 100 maiores construtoras do Brasil, de acordo com a área construída. Eleita pelo segundo ano consecutivo como a maior construtora da Região Sul, a Criciúma Construções investe no meio ambiente em seus projetos residenciais.

- Em Florianópolis, por exemplo, é exigido o tratamento do esgoto e começamos a investir nisso e vimos que o custo não é tão alto. No Criciúma Towers, em Criciúma, aproximadamente 40% do esgoto produzido nos prédios é aproveitado para o próprio edifício como por exemplo, para molhar jardins ou para água do banheiro. Além do tratamento de esgoto, estamos trabalhando no consumo de águas, em todos os nossos empreendimentos os vasos sanitários são servidos por caixa acoplada, o que reduz consideravelmente o consumo - explica o Gerente de Operações da Criciúma Construções, Emilson Brugnara.

O grande desafio para o aumento de obras que não agridem o meio ambiente é que as empresas, além de ganharem credibilidade com as ações, tenham o menor impacto financeiro com as ações, segundo o executivo do GBC Brasil – Green Building Council, Nelson Kawakami.

- A gente sabe que o ser humano sempre que pesa no bolso, as coisas agilizam. Hoje é possível, praticamente, fazer tudo sem ter grandes custos no projeto. Se você faz a coisa bem feita, não sai caro – garante.

Na avaliação do especialista, as empresas estão ainda com apenas um por cento da obras sustentáveis, ou seja, há muito que ser feito. Um dos passivos ambientais mais preocupantes para o setor da construção é o de resíduos onde 60% do total produzido no país vem da construção civil.

- Uma das coisas interessantes é que na própria obra sejam aproveitados os resíduos, que faça reciclagem dos materiais e se houve essa preocupação, não se está retirando e nem devolvendo produtos na natureza – acrescentou.

Além da preocupação com os entulhos gerados. Os projetos estão cada vez mais voltados também para economia de energia elétrica, redução de gastos de água e emissão de CO2. A estimativa é que no Brasil, a realização de uma obra ecologicamente correta eleve o custo entre 5 a 10% no caso de projetos industriais e de 2 a 4% no caso de projetos residenciais. Apesar do gasto inicial, a previsão é que, em média, as medidas gerem economia de luz e água, por exemplo, trazendo o retorno do investimento em no máximo dois anos.

Criciuma Construções

A Criciuma Construções é hoje uma das mais importantes do país. Tem como visão ser a maior empresa regional em vendas e a melhor em opção de negócios de residências multifamiliares, residenciais horizontais, condomínios residenciais e industriais.

Em 15 anos de existência a Criciúma Construções realizou mais de cem empreendimentos no Brasil. As obras estão em 16 cidades: Criciuma, Içara, Forquilhinha, Siderópolis, Cocal do Sul, Morro da Fumaça, Orleans, Araranguá, Laguna, São Joaquim, Balneário Camboriú, Jaraguá do Sul, Joinville, Florianópolis (SC), Torres e Canoas (RS).

alt